ARTIGO

Por Que os Executivos Falham?


Por: ZHZ Consultores


“Descobrimos que os CEOs, assim como todos os líderes, são vulneráveis a 11 descarriladores – traços de personalidade profundamente enraizados que afetam seu estilo de liderança e suas ações. As chances são de que você tenha um desses traços. Por exemplo, você pode ser brilhante em análise e esse reflexo analítico ajudou sua empresa a evitar erros que os concorrentes cometem. Ao mesmo tempo, seu dom para análise pode ficar comprometido quando você está sob estresse. Você fica tão analítico que paralisa quando deveria estar agindo. Quando você deveria estar decidindo, ainda esta analisando.

Essa tendência à análise supera o bom senso. Mas, de sua perspectiva, fazer mais análises faz todo o sentido. Esse traço de personalidade está enraizado em você, e é difícil dar um passo para trás e perceber que aquilo que às vezes parece um ponto forte se tornou um descarrilador de liderança. Você honestamente não vê o que está fazendo de errado – afinal, é a mesma coisa que você vem fazendo há anos – e o fracasso vai surpreendê-lo.

A boa notícia é que esse fracasso pode ser evitado. Quando você aprende a identificar e administrar esses descarriladores, pode ver o fracasso bem antes e tomar as medidas necessárias para impedir que ele prejudique sua carreira ou sua empresa. Vamos apresentar a você esses 11 descarriladores, mas em primeiro lugar gostaríamos de mostrar como os esforços inovadores de algumas pessoas inspiram as idéias e as ferramentas que você encontrará nas próximas páginas.

Aprendendo sobre o fracasso

Robert Hogan, psicólogo industrial e professor, fez uma pesquisa pioneira como o “lado sombra” dos líderes pode tirar a carreira dos trilhos e trazer conseqüências negativas para as empresas. Sua pesquisa sobre os descarriladores, baseada em trabalho anterior sobre descarrilamento de carreiras no Centro de Liderança Criativa e o que sabemos sobre a estrutura das personalidades, nos forneceu um novo modelo que nos permite especular por que os líderes fracassam.

Olhando abaixo da superfície: Entendendo como os descarriladores funcionam

As 11 escalas que avaliam os fatores de risco de descarrilamento que encontramos com freqüência entre altos executivos e CEOs são:

  • Arrogante – você está certo e todo mundo está errado;
  • Melodramático – você precisa ser o centro das atenções;
  • Temperamental – você está sujeito a mudanças de humor;
  • Cauteloso reservado – você tem medo de tomar decisões;
  • Cético – você se concentra só nos pontos negativos;
  • Reservado – você se isola e se desliga;
  • Ardiloso – você acredita que as regras foram feitas para serem quebradas;
  • Excêntrico – você tenta ser diferente somente pelo desejo de ser diferente;
  • Passivo resistente – o que você diz não é realmente aquilo que acredita;
  • Perfeccionista – você faz certo as pequenas coisas e faz errado as grandes coisas;
  • Obsequioso – vencer o concurso de popularidade é o mais importante.

Algumas reflexões: os descarriladores surgem mais comumente sob estresse, mas o que é estressante para uma pessoa não é para outra. Alguns dos líderes mais eficientes e bem-sucedidos que conhecemos apresentam vários descarriladores. Alguns descarriladores são tanto pontos fortes quanto fracos. E esteja consciente de que uma pessoa comum tem dois ou três descarriladores”.


Fonte: Livro Por que os executivos falham? Autor: David L. Dotlich e Peter C. Cairo. Editora Campus. 2ª Edição.