ARTIGO

Contratar um Profissional com Transtorno Bipolar é Possível?


Por: Vanessa Goulart*


Sim é possível. No entanto as pessoas em geral desconhecem o transtorno bipolar e por isso deixam de contratar em virtude da doença apresentando um preconceito em relação a estas pessoas. O profissional que possui este transtorno com o suporte adequado é capaz de ser produtivo e inserido no mercado de trabalho, fazendo parte do capital humano de uma empresa.

Mas então o que é o transtorno bipolar? É um estado em que uma mesma pessoa vivencia variações acentuadas do humor, com períodos que podem ser curtos ou longos e em diferentes graus da doença, apresentando estado de depressão, eutimia (humor estável) ou mania, esta última caracterizada por um comportamento de euforia. Este estado alterado pode ser expresso no ambiente de trabalho de diversas formas, podendo variar de pessoa para pessoa, além do estado de mania ou depressão em que se encontra. No polo da mania o bipolar tende a estar cheio de energia, trabalhar horas a fio e ser extremamente criativo, contribuindo muito em projetos novos na empresa. No entanto, seu pensamento acelerado dificulta a concentração, algumas vezes necessitando de supervisão para manter o foco e não assumir mais atividades e responsabilidades do que tem condições de executar. Já na fase depressiva, o pensamento e a resposta física podem estar mais lentos, com isso realizar atividades que exijam destreza podem levar mais tempo do que o normal.

Felizmente estes sintomas podem ser muitas vezes controlados com o uso de medicação regular, psicoterapia, a qual ajudará a pessoa a aprender a administrar os sintomas da doença, e suporte familiar, pilares cruciais para manter um humor estável e essencial para que a pessoa tenha uma condição produtiva no trabalho.

Mas qual deve ser o ponto de atenção principal ao gerir um profissional com bipolaridade? O gestor deve estar atento ao nível de estresse que esta pessoa está submetida, já que este fator é decisivo para desencadear crises de mania ou depressão. Para um bom controle de estresse a atividade física regular é benéfica, portanto incentive este profissional a participar das aulas de ginástica laboral caso a empresa ofereça esta atividade. A empresa também poderá ser beneficiada pelo levantamento de potencial deste profissional a ponto de direcioná-lo para a melhor função.

Por fim, a pessoa com transtorno bipolar pode na maioria das vezes ter uma vida produtiva, com qualidade e satisfação, sendo capaz de desempenhar e gerenciar suas atividades de trabalho normalmente.


* Graduada em Psicologia (PUC-PR) com Formação e Pós-Formação em Gestalt Terapia; Colaboradora da ZHZ Consultores por 10 anos e desde junho de 2015 atua como Psicóloga Clínica.