ARTIGO

Tecnologia da Informação: Solução no Auxílio à Gestão de Processos de R&S


Por: Arlete Zagonel Galperin*


Folhas soltas, anotações desorganizadas, perda de tempo, velocidade lenta, baixa qualidade na busca de candidatos a vagas oferecidas pelo mercado. Estes são alguns dos empecilhos que acarretam algum prejuízo aos processos de recrutamento e seleção.

Como é sabido o mercado exige agilidade e qualidade na escolha dos melhores profissionais, desencadeando uma competição acirrada pelos talentos destacados. Então como corresponder a esta demanda?

A utilização de soluções tecnológicas no gerenciamento dos processos operacionais agiliza e armazena informações ordenadas, tornando-as disponíveis rapidamente e consequentemente, garantindo maior assertividade. O ganho no tempo e na qualidade do processo é significativo, oportunizando ao analista de vagas uma atuação mais estratégica ao invés de se restringir a ações operacionais. A sua dedicação se concentra em entrevistas e técnicas mais especializadas, focando o principal, ou seja, o profissional concorrente a vaga. O sistema automatizado assume a responsabilidade da coleta e armazenamento de dados bem como cruzamento de informações.

Com isto, são vários os benefícios obtidos pela utilização de processos sistematizados, tais como:

  • Armazenamento de informações, evitando duplicidade de dados a respeito de aspectos pessoais e profissionais de candidatos;
  • Manutenção de registros adequados em relação a dados individuais, habilidades técnicas e cursos do profissional, favorecendo a retenção de bons candidatos;
  • Vitamento de retrabalho de vagas com perfil semelhantes, utilizando registros de candidatos previamente cadastrados em banco de talentos;
  • Compartilhamento de informações entre analistas de vagas da empresa;
  • Atualização de currículos via web, pelo próprio candidato;
  • Oportunização de processos integrados que asseguram entradas, controle de processamentos e saídas;
  • Consultas rápidas e precisas sobre o andamento da vaga em tempo hábil, oportunizando maior satisfação do cliente sobre o estágio do processo;
  • e medição de resultados dos processos realizados, adotando melhorias nos aspectos apontados como itens que dificultam o fechamento da vaga.

Por fim, a mudança de foco da atuação do profissional de recrutamento e seleção de pessoal de mero operador de vagas para agente estrategista faz com que os processos de seleção sejam mais ágeis, práticos e ofereçam melhores resultados aos clientes. Para tanto, é necessário que o profissional analista das vagas se familiarize com a tecnologia da informação, a ponto de dominar os recursos que este sistema disponibiliza com fins de gerenciamento do processo de Recrutamento e seleção, bem como suas aplicações.

De fato, este é o diferencial competitivo daqueles que se utilizam de recursos mais modernos e ágeis.


* Mestre em Organizações e Desenvolvimento (FAE); Pós-graduada em RH (PUC); Graduada em Psicologia (UTPR); Diretora da ABRH-PR; Diretora/Consultora de RH da ZHZ Consultores em processos de assessment, Programas de desenvolvimento de lideres e equipes e orientação de mercado.